terça-feira, 21 de dezembro de 2010

Brasil pode terminar 2010 com mais de 200 milhões de celulares

Até novembro, o mercado brasileiro já contabiliza 197,53 milhões de linhas ativas

De acordo com dados divulgado nesta terça-feira (21) pela Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel), o Brasil deve encerrar o ano com mais de 200 milhões de celulares. Até novembro, já existiam 197,53 milhões de linhas ativas e dezembro é o melhor mês de vendas para as operadoras, por causa do Natal. Só em novembro ocorreram 3,09 milhões de novas habilitações. A Anatel destaca, também, que já há mais de um celular por habitante nas regiões Centro Oeste, Sudeste e Sul.

No ranking por tipo de plano de serviço, os celulares pré-pagos lideram. Dos 197,5 milhões de aparelhos, 162,4 milhões operam dentro do sistema pré-pago, o que representa 82,21% do total. Os pós-pagos somam 35,1 milhões de celulares ou 17,79% do total.

A partir deste mês, a Anatel divulga a consolidação dos números por tecnologia, o que permitirá acompanhar a evolução da banda larga móvel no Brasil, que no mês passado contabilizou 19,45 milhões de acessos ou 9,85% da base total de celulares. A líder nesse segmento é a Claro, com 39,83%. Na sequência, aparecem Vivo (32,10%), TIM (22,26%), Oi (5,47%), CTBC (0,33%) e Sercomtel (0,02%).

Ao analisar a base total de assinantes do Serviço Móvel Pessoal (SMP), contudo, a Vivo mantém a liderança, com 29,8%. A Claro aparece na vice-liderança (25,55%), seguida da TIM (24,91%) e Oi (19,38%). A CTBC detém 0,32% do mercado, a Sercomtel 0,04% e a Unicel, 0,01%.

Considerando o estoque de celulares ao final de novembro, o Brasil tem 101,96 celulares para cada cem habitantes, com maior densidade no Centro-Oeste, Sudeste e Sul do País. Individualmente, a região de registro com a maior densidade de celulares é a área "71", ou seja, a região de Salvador (BA), onde há 150,57 celulares por cem habitantes.

Redação Época, com Agência Estado

Alex Lima - Contatos: noticiaefatos@gmail.com
Twitter:@noticiaefatos
Cel:9977-6454

Nenhum comentário:

Postar um comentário