terça-feira, 21 de dezembro de 2010

Futuro secretário de educação do Acre, é acusado pelo MPE de se apropriar de dinheiro público



Ainda nem assumiu o cargo de secretário estadual de educação do Acre, Daniel Queiróz de Sant´ana (Daniel Zen), já responde na justiça acreana, a uma ação civil pública pelo Ministério Público Estadual do Acre, por improbidade administrativa enquanto presidente da Fundação Elias Mansour.

No processo Nº 0011015-13.2010.8.01.0001 (001.10.011015-1), Zen é acusado de "atos ímprobos" no desenvolvimento do projeto "Livro Caminhando até Você" e de ter se apropriado de recursos destinados a colocar o projeto em prática.

Juntamente com Zen, o MPE vem processando também Raimunda Oliveira de Souza, Lúcia Regina de Souza e Aldecy Mendonça Soares. Na defesa, os réus alegaram a boa-fé consubstanciada em suas valorosas intenções na criação e desenvolvimento do projeto, de fundamental importância para o incentivo e desenvolvimento da leitura nas comunidades carentes onde são realizadas as atividades, sustentando serem fruto, as irregularidades destacadas, do pouco conhecimento técnico-administrativo que possuem, tendo sido, a despeito delas, todos os recursos públicos efetivamente revertidos em prol da execução do "Projeto Livro Caminhando Até Você". Em manifestação (fls. 491/500), o MPE rechaçou os argumentos defendidos pelos Réus em todos os seus termos.

Leia mais informações AQUI

Nenhum comentário:

Postar um comentário