terça-feira, 21 de dezembro de 2010

Tião renuncia mandato no Senado e Aníbal assume



Em sessão no Senado Federal, em Brasília, na tarde desta terça-feira, 21, o governador eleito do Acre, Tião Viana (PT), renunciou ao mandato de senador depois de 12 anos como membro daquela Casa Legislativa para que seu suplente, o jornalista Aníbal Diniz (PT), tomasse posse em seu lugar para exercer o mandato pelos próximos 4 anos.

“Assumo o mandato deixado pelo Senador Tião Viana com muita honra, mas sentindo nos ombros o imenso peso da responsabilidade que é substituir um senador tão experiente e que reúne tantas qualidades”, disse Aníbal Diniz, em seu discurso de posse na tribuna do Senado.

Aníbal Diniz compôs a chapa com Tião Viana, como primeiro suplente, nas eleições estaduais de 2006, pleito através do qual, foi reeleito para seu segundo mandato de senador. Agora eleito governador do Acre, em outubro passado, Viana renunciou ao cargo para tomar posse no próximo dia 01 de janeiro frente ao Executivo acreano.

Emocionado durante a sessão em que tomara posse, Diniz lembrou a trajetória de Tião Viana no Senado, onde desempenhou as mais importantes tarefas e respondeu pelo cargo mais relevante, que é a presidência. “Tião Viana sempre fez política por idealismo, e nunca mediu esforços para ajudar na busca de soluções para os problemas do Acre e do Brasil. E Agora, que renuncia o Senado para assumir a responsabilidade de governar o Acre, o mínimo que posso e tenho o dever de te assegurar, é que este mandato continuará à serviço do seu governo no Acre e a serviço do Brasil”, garantiu.

Antes, porém, Aníbal Diniz, agradeceu ao povo do Acre e às principais lideranças do PT do Acre pelas tantas vitórias conquistadas desde que foi fundada a Frente Popular, e em especial por esta vitória dada ao senador Tião Viana, que lhe proporcionou ocupar a tribuna como um dos 81 senadores da República Federativa do Brasil. “Agradeço a Deus pelo dom da vida e por ter me oportunizado fazer parte de uma geração vencedora, como esta que vem conduzindo os destinos do Acre nos últimos 12 anos. Primeiro, com Jorge Viana, e depois com Binho Marques, que está fechando seu governo agora com mais de 80% de aprovação da sociedade” ,enfatizou.

O novo senador do Acre lembrou ainda da senadora Marina Silva, que para ele, “abriu o caminho das vitórias para o Partido dos Trabalhadores, em 1988, quando se elegeu para a Câmara de Vereadores de Rio Branco, e também por sua grande contribuição à política do Acre e do Brasil com seus 16 anos de mandato no Senado, cinco dos quais como Ministra de Estado do Meio Ambiente no governo do presidente Lula”.

Por fim, Aníbal agradeceu a Jorge Viana, que a partir de fevereiro também assume mandato no Senado e destacou que será um aluno aplicado e disciplinado, a exemplo de como agiu durante toda sua trajetória política, enfatizando que as orientações de sua conduta naquela Casa virão do seu partido, o PT. “Mobilizarei todos os meus esforços para contribuir com a governabilidade necessária, para que a presidente Dilma siga em frente com as políticas de inclusão social, combate à pobreza e diminuição das desigualdades regionais que já produziram tantos resultados positivos durante os oito anos do presidente Lula”, finalizou. (ComunIcação PT)

Alex Lima - Contatos: noticiaefatos@gmail.com
Twitter:@noticiaefatos
Cel:9977-6454

Nenhum comentário:

Postar um comentário