sábado, 26 de março de 2011

COM AÇUCAR E COM AFETO

O que tem de ficar claro como o sol para os nossos aliados tucanos é que na oposição não funciona como o PT faz com seus subalternos.

Lá a patota do Jorge Viana põe com areia, define um candidato e pronto.

Decidido isso aos demais partidos resta apenas a opção de, quando muito, acompanhá-los e bater palmas.

A subserviência na frente popular é a regra e a unidade feita na marreta.

Do lado de cá, não.

A discussão em busca do consenso é obrigatória.

Anzol no beiço é coisa de petista.

É pra lá de legítimo o PSBD discutir internamente seu melhor candidato, sabendo, todavia, que este nome será, por enquanto, apenas o candidato do partido.

Até galgar posto de candidato da oposição são outros quinhentos.

Tem de conversar e convencer os demais partidos.

Bocalom fez assim, aglutinou 7 partidos e obteve 49,5% dos votos numa eleição em que quase ninguém acreditava no potencial dele.

Não adianta ganhar uma eleição de qualquer jeito.

Tem de ter um projeto com começo , meio e fim.

Com acuçar e com afeto a tropa da oposição vai com mais vontade para o combate.

Luiz Calixto

Alex Lima - Contatos: noticiaefatos@gmail.com
Twitter:@noticiaefatos
Cel: 9977-6454/9234-0590/8422-8854
MSN:
noticiaefatos@gmail.com

Nenhum comentário:

Postar um comentário