sexta-feira, 25 de março de 2011

Saúde Mental em debate

A política de Saúde Mental vai ser tema de Audiência Pública. O requerimento apresentado pelo deputado federal Henrique Afonso (PV-AC) foi aprovado esta semana pela Comissão de Direitos Humanos e Minorias.

O Ministério da Saúde estima que no Brasil pelo menos 12% da população necessita de algum atendimento em Saúde Mental. Cerca de 3% dos brasileiros sofrem com transtornos mentais severos e persistentes - psicoses, neuroses graves, transtornos de humor graves, deficiência mental com grave dificuldade de adaptação. Muitas pessoas que têm esquizofrenia nunca chegam a ser diagnosticadas ou tratadas.

Henrique Afonso destacou durante a votação, que este setor da saúde sofre com a falta de investimento e de pessoal capacitado para o tratamento de pacientes, aumentando o sofrimento das famílias. Em Cruzeiro do Sul, por exemplo, o único Centro de Atenção Psicossocial atende pacientes de até cinco municípios vizinhos e também do estado do Amazonas.

“O debate contribui para avanços na garantia dos direitos da pessoa portadora de transtorno mental junto aos setores sanitários, assistência social e de direitos humanos, para que sejam adotadas medidas de promoção e proteção de seus direitos” afirmou o parlamentar, que vai solicitar a formação de uma Subcomissão Especial no âmbito da Comissão de Direitos Humanos e Minorias para visitar estados das cinco regiões do Brasil realizando seminários.

“Além dos seminários iremos fazer visitas a hospitais psiquiátricos para que possamos conhecer a realidade do setor, isto vai funcionar como um termômetro da situação em que se encontra a Saúde Mental no Brasil”, disse o deputado.

Alex Lima - Contatos: noticiaefatos@gmail.com
Twitter:@noticiaefatos
Cel: 9977-6454/9234-0590/8422-8854
MSN:
noticiaefatos@gmail.com

Nenhum comentário:

Postar um comentário