quinta-feira, 21 de abril de 2011

Colegio A.M.E uma história sem asfalto

Um dos colégios particulares mais tradicionais de Rio Branco, Associação Modelar de Ensino(A.M.E), sofre com um problema que dura desde sua fundação, a 17 anos atrás. A escola nunca teve sua rua asfaltada, sempre viveu de tijolos e recentemente a prefeitura passou ''por lá'' construindo uma rede de esgoto, e sabe o que eles fizeram após isso? Deixaram a rua cheia de barro, mas é barro mesmo, aquele barro vermelho que quando chove nem boi com asa passa. E em frente ao imóvel encontra-se uma distruibuidora que congestiona o tránsito em horários de pico, com as carretas que chegam de vários lugares do páis descarregando os produtos. Quando os pais vão buscar os alunos na escola é um verdadeiro caus. Apesar de tudo, os alunos continuam com a esperança de um dia verem a rua asfaltada. Enquanto isso só sonham, porque se depender da prefeitura... eles vão morrer sonhando. Ah, mas calma ae, existe um ditado que eu já ouvi falar que diz: A ESPERANÇA É A ÚLTIMA QUE MORRE. O que resta é perguntar a prefeitura se: eles vão deixar os alunos morrerem com a esperança ? ou se a prefeitura vai despachar a esperança e fazer o sonho virar realidade ?

Fortunato Martins - @fortunatont

Alex Lima - Contatos: noticiaefatos@gmail.com
Twitter:@noticiaefatos
Cel: 9977-6454/9234-0590/8422-8857
MSN:
noticiaefatos@gmail.com

Nenhum comentário:

Postar um comentário