quinta-feira, 28 de abril de 2011

Presidiários acreanos na Bolívia estão passando fome

Sistema prisional boliviano afirma que não tem qualquer responsabilidade de alimentar ou fornecer água aos presos estrangeiros.

Através de uma ligação anônima ao Programa Gente em Debate da Rádio Difusora Acreana, na manhã desta quinta-feira (28), um ex-detento do Departamento de Pando, na Bolívia, afirmou que 22 presidiários brasileiros [sendo a maioria acreanos condenados por tráfico de drogas], estão passando fome e sede naquele país.

Segundo o detento, o sistema prisional boliviano afirma que não tem qualquer responsabilidade de alimentar ou fornecer água aos presos estrangeiros e cabe ao consulado brasileiro essa responsabilidade.

Em contato com o diretor do Departamento do Consulado Brasileiro no Departamento de Pando na Bolívia, Eustáquio Alemeida e Souza, “de quinze em quinze dias o consulado enviava sacolões para a alimentação dos detentos brasileiros na Bolívia mas faz dois meses que houve cortes no orçamento pelo Departamento de Assistência Consular [DAC] e esses sacolões não estão sendo mais comprados”,lamentou.

Eustáquio disse ainda “não podemos fazer absolutamente nada. Sem os recursos que o DAC repassava ao consulado, não temos dinheiro para essa finalidade”, finalizou.

Com informações da Rádio Difusora Acreana

Alex Lima - Contatos: noticiaefatos@gmail.com
Twitter:@noticiaefatos
Cel: 9977-6454/9234-0590/8422-8857
MSN:
noticiaefatos@gmail.com

Nenhum comentário:

Postar um comentário