sexta-feira, 21 de outubro de 2011

Falem mal, mas falem de mim

Os Jogos Pan-Americanos de Guadalajara, no México, têm recebido críticas nesses primeiros dias de competição. As reclamações são de todo tipo: da falta de segurança na cidade, passando pelas instalações esportivas até a alimentação dos atletas.

Já se imaginava que o Pan deste ano enfrentaria problemas. O maior deles seria a violência. Não à toa que o Exército e a Marinha mexicanos foram convocados para garantir a segurança do estado de Jalisco, onde está a cidade de Guadalajara.
Com esse problemão, a preparação da infraestrutura do evento ficou em segundo plano até que começou os Jogos. Agora, estão surgindo questionamentos mais ligados às atividades da competição.

Nada disso, porém, atrapalha o esforço mexicano de se mostrar ao mundo novamente depois que viu o número de turistas estrangeiros cair drasticamente nos últimos anos – mesmo assim esse índice é ainda muito superior ao Brasil, que é capenga no quesito turismo internacional.

Somente uma tragédia de proporções bíblicas tira de uma cidade, de um país, a visibilidade conquistada ao realizar um evento desse tipo. Foi assim nos Jogos Pan Americanos do Rio em 2007 e acontecerá o mesmo nos Jogos Olímpicos de Londres em 2012 e de 2016, este na propalada cidade maravilhosa.

Há uma mobilização muito grande nesses acontecimentos. Somente a Record, que tem os direitos exclusivos de transmissão do Pan para televisão aberta e fechada no Brasil, fala positivamente do evento 99% do tempo. Imagina as outras emissoras, além da internet – hoje, a grande mídia depois da televisão na transmissão dos acontecimentos esportivos.

Estes encontros multiesportivos envolvem recursos públicos e privados – muitos por meio de patrocínios – vultosos. Não à toa que o Pan já tem o próximo marcado para Toronto, Canadá, daqui a quatro anos. Os Jogos Olímpicos tem as competições de inverno e verão.

E há outros acontecimentos multiesportivos desse tipo pelo mundo afora, como: Jogos Sul-Americanos, Jogos Centro-Americanos e do Caribe, Jogos do Mediterrâneo (somente países banhados pelo Mar Mediterrâneo), Jogos Asiáticos, Jogos da Ásia Oriental, Jogos do Pacífico (participação exclusiva dos países do sul do Oceano Pacífico) e Jogos da Commonwealth (reúnem, em sua maioria, nações que possuem laços históricos com a Grã-Bretanha).

Ou seja, evento desse tipo traz, com certeza, resultados aos seus países-sedes. Todos, de alguma forma, também devem enfrentar problemas na sua realização. Mas eles acontecem.

Augusto Diniz

Alex Lima - Contatos: noticiaefatos@gmail.com
Twitter:@noticiaefatos
Cel: 9977-6454/9234-0590/8422-8857
MSN:
noticiaefatos@gmail.com

Nenhum comentário:

Postar um comentário