sexta-feira, 21 de outubro de 2011

MPF/AC denuncia ex-prefeito e ex-secretário de Porto Walter por fraude em convênio

Wanderley Sales e Antônio Melo desviaram mais de R$ 300 mil de convênio com a Funasa.

O Ministério Público Federal no Acre (MPF/AC) ofereceu denúncia à Justiça Federal contra Wanderley Messias Sales e Antônio Luiz Bento de Melo, respectivamente ex-prefeito e ex-secretário de finanças de Porto Walter, por terem, durante o ano de 2004, fraudado convênio celebrado entre aquele Município e a Fundação Nacional de Saúde (Funasa) para implantação de sistemas de abastecimento de águas em comunidades ribeirinhas.

Segundo a denúncia, assinada pelo procurador da República Paulo Henrique Ferreira Brito, os ex-gestores aplicaram mais de R$ 300 mil (valores atualizados) em finalidade diferente da que foi pactuada, conforme comprovou relatório da Controladoria Geral da União (CGU) que demonstrou que a obra não foi executada e que os recursos foram transferidos para outras contas correntes de titularidade da Prefeitura.

Se os acusados forem considerados culpados, podem pegar pena de prisão de até 12 anos, de acordo com a Lei de Responsabilidade dos Prefeitos e o Código Penal Brasileiro.

MPF/AC

Alex Lima - Contatos: noticiaefatos@gmail.com
Twitter:@noticiaefatos
Cel: 9977-6454/9234-0590/8422-8857
MSN:
noticiaefatos@gmail.com

Nenhum comentário:

Postar um comentário