terça-feira, 31 de janeiro de 2012

Hillary Clinton pede que ONU aja para pôr fim à violência na Síria

A secretária de Estado americana, Hillary Clinton, pediu nesta segunda-feira à ONU que aja para pôr fim à violência na Síria, na véspera de uma reunião do Conselho de Segurança com alguns de seus homólogos.
"Os Estados Unidos condenam nos termos mais firmes a escalada dos ataques violentos e brutais praticados pelo regime sírio contra seu próprio povo", declarou Hillary em um comunicado. "O Conselho de Segurança deve agir a fim de fazer que o regime sírio saiba com clareza que a comunidade internacional considera essas ações uma ameaça à paz e à segurança".
Hillary indicou que vai na terça-feira à reunião do Conselho de Segurança em Nova York, onde devem se reunir ministros das Relações Exteriores ocidentais, entre eles o francês Alain Juppé e o britânico William Hague.
Os países ocidentais querem que seja adotado um projeto de resolução que exija a saída do presidente sírio Bashar al-Assad. Mas a Rússia, que possui direito de veto, reafirmou nesta segunda-feira a sua oposição a esse projeto.
Para Hillary Clinton, o Conselho de Segurança deve "enviar uma mensagem clara de apoio ao povo sírio para dizer: estamos com vocês".
"Durante os últimos dias, assistimos a uma intensificação das operações sírias de manutenção da ordem em todo o país, provocando a morte de centenas de civis", declarou Hillary. "O governo bombardeou áreas civis com obuses de morteiro e disparos de tanques, e derrubou prédios inteiros com seus ocupantes".
"A violência deve parar para que um período de transição democrática possa ter início", afirmou a chefe da diplomacia americana.

Correio Braziliense

Alex Lima - Contatos: noticiaefatos@gmail.com
Twitter:@noticiaefatos
Cel: 9977-6454/9234-0590/8422-8857
 

MSN: noticiaefatos@gmail.com 

Nenhum comentário:

Postar um comentário