terça-feira, 17 de janeiro de 2012

Integrantes da FPA e PSDB vão parar na delegacia

Ray Melo,
raymelo.ac@gmail.com

O ano eleitoral promete ser quente. Numa prévia do que vai ser o confronto entre PT e PMDB na disputa pela prefeitura de Rio Branco, membros de PT e PMDB protagonizaram o primeiro embate. O diretor-presidente do Depasa, Gildo César registrou boletim de ocorrência contra o presidente da juventude do PSDB, por suposta violação de domicílio.
A ocorrência teria sido na última sexta-feira, 13, por volta das 10 horas, na Rua Guiomard Santos, no bairro Bosque. O boletim de ocorrência foi registrado no Departamento de Inteligência da Polícia Civil (DIPC). De acordo com informações de membros do PSDB, Joabe Lira estaria averiguando denúncia de uso de máquinas públicas na reforma da casa do César.
Segundo depoimentos da sogra de Gildo César, Almira Lopes Neves, 67, um rapaz em posse de uma máquina filmadora afirmava está a serviço da TV Rio Branco, afiliada no SBT, e estaria no local para averiguar uma denúncia sobre o aterro que estava sendo realizado na obra de reforma da casa do diretor do Depasa.
De acordo com o BO, a sogra de Gildo César teria questionado o motivo da filmagem, o presidente da juventude do PSDB, Joabe Lira teria tentado entrar no terreno. Com a negativa para entrar na propriedade, Lira teria saído do local em um Fox de placas MZS-7569. O levantamento da polícia constatou que o veículo seria de propriedade do jovem tucano.
O presidente do Depasa, Gildo César afirmou que pretende acionar um advogado para mover uma queixa crime, para responsabilizar os autores do suposto crime. “Não sei se foi Joabe Lira, que tentou entrar na minha casa. Sabemos que a placa do carro está registrada no nome dele. Estarei acionado um advogado, para apresentar uma queixa crime”.
Levantando a possibilidade de perseguição política, César pediu que a polícia investigasse a ocorrência. O gestor público que ainda, a punição dos envolvidos no episódio. “O estranho estava ali para obter imagens, onde supostamente usaria contra mim, como gestor. A intenção é clara de tentar sujar minha reputação e imagem perante a opinião pública”.
Se antecipando a possível denúncia de uso de equipamentos do Estado, Gildo César acredita que as imagens podem ser usadas de forma política. “Decidi registrar essa ocorrência como forma de proteção contra uma denuncia mentirosa envolvendo meu nome. Quero tornar pública, essa obsessão de grupos políticos pelo poder”.
DENÚNCIA DE USO DE MÁQUINAS PÚBLICAS
A reportagem tentou contato com o presidente da juventude do PSDB, Joabe Lira, mas segundo informações de pessoas próximas ao dirigente partidário, ele estaria cumprindo expediente em seu local de trabalho e não poderia atender ligações. Membros do PSDB afirmam que o episódio teria sido distorcido pelo diretor do Depasa.
Na versão dos tucanos, o partido teria recebido a denúncia de uso de equipamento do Estado, na construção da casa de Gildo César e foram averiguar. Para os dirigentes do PSDB, Joabe Lira não tentou entrar nem pediu para entrar da propriedade de César, que durante o período em que permaneceu no local fez imagens  da rua onde está localizado o imóvel.
Os tucanos disseram ainda, que um funcionário de Gildo César teria tentado agredir Lira e, por diversas vezes empurrou a câmera para tentar impedir que o local fosse filmado. Tudo estaria documentado nas imagens que o partido pretende apresentar em defesa do presidente da juventude do PSDB, quando for intimado pela Polícia Civil.
Para os membros do partido, a ocorrência não pode ser classificada como invasão de domicílio nem como perturbação, já que a segunda alegação só pode ser feita após as 23h. Os tucanos dizem que estranham o comportamento de Gildo César, já que ele teria afirmado que nenhum equipamento do Governo do Acre estaria sendo usado para favorecimento próprio.
A executiva estadual do PSDB pretende fazer uma consulta sobre a propriedade dos equipamentos no Departamento Estadual de Transito do Acre (Detran-AC), para verificar quem seriam os proprietários das máquinas utilizadas para fazer o aterro na propriedade do diretor-presidente do Depasa, Gildo César.

Alex Lima - Contatos: noticiaefatos@gmail.com
Twitter:@noticiaefatos
Cel: 9977-6454/9234-0590/8422-8857
 

MSN: noticiaefatos@gmail.com

Nenhum comentário:

Postar um comentário