sábado, 31 de março de 2012

Falta de assistência médica a paciente no Pronto Socorro é apurada pelo MP do Acre


Dieny Veríssimo da Silva procurou atendimento médico no Hospital de Urgência Emergência de Rio Branco, também conhecido como Pronto Socorro, no dia 09 de março, por volta das 23h, mas não foi atendida. O mais estranho é que apesar de na unidade naquele dia, os médicos plantonistas estarem de serviço, a paciente foi encaminhada sem explicação a um hospital particular.
Ela foi até o MPE e relatou o fato a Promotoria de Saúde, que quer saber a razão da falta de assistência a paciente na rede pública, já que no dia em que ela procurou os serviços, existiam profissionais de plantão na unidade.
Por meio de um Inquérito Civil, a Promotoria de Saúde do Ministério Público existe informações detalhadas com depoimentos, certidões, relatórios e documentos a respeito da escala de plantão do dia em que a paciente procurou o atendimento, bem como a relação dos profissionais que estariam de sobreaviso, para que as providências sejam tomadas.
Luciano Tavares,
lucianotavares.acre@gmail.com


Alex Lima - Contatos: noticiaefatos@gmail.com
Twitter:@noticiaefatos
Cel: 9977-6454/9234-0590/8422-8857
 

MSN: noticiaefatos@gmail.com 

Nenhum comentário:

Postar um comentário