sábado, 28 de abril de 2012

Dindim desabafa e diz que é perseguido pelo governador Sebastião Viana

Jairo Carioca,

jscarioca@globo.com
O prefeito do município de Feijó, Dindim Pinheiro (PSDB), quebrou o silêncio e parece ter perdido de vez a paciência com o governador Sebastião Viana (PT). Ele conta que o município está marcado pela “perseguição implacável e destruidora que o governador petista implantou em Feijó”.
De acordo o prefeito, tão logo assumiu o comando do Estado, Sebastião Viana cortou de vez toda ajuda que dava à cidade. Ele mostra com documentos que nas administrações de prefeitos petistas, o Deracre sempre ajudou na abertura de ramais, com cota de óleo diesel e patrocínio ao evento de aniversário da cidade, convênios e parcerias na pavimentação de ruas.
- Agora o município está totalmente órfão sofrendo a maior e mais covarde discriminação de sua história. Tudo por conta de uma birra de Tião Viana para tentar aniquilar o prefeito Dindim através de uma perseguição implacável, mesmo que tenha de levar os quase 40 mil feijoenses a sacrifício.
Dindim acusa o Deracre de destruir as ruas que o município recuperou com o trânsito de máquinas pesadas. Para ele, o governador fez média com o programa Ruas do Povo, mas argumenta que Sebastião Viana não administra para todos, “mas simplesmente para os que rezam na cartilha de seu partido”.
- Só que, a maior prova da enganação contra o povo que o elegeu são as prefeituras administradas pela oposição, onde alguns prefeitos passaram até 90 dias tentando agendar uma audiência com o governador e não conseguiram. A prefeita de Tarauacá que o diga. A população de Feijó não merece ser massacrada pelo governador por causa de sua terrível perseguição contra o prefeito Dindim.

Alex Lima - Contatos: noticiaefatos@gmail.com
Twitter:@noticiaefatos
Cel: 9977-6454/9234-0590/8422-8857
 

MSN: noticiaefatos@gmail.com

Nenhum comentário:

Postar um comentário