segunda-feira, 18 de junho de 2012

Esquadrilha da fumaça se apresenta para 15 mil no estacionamento da Arena da Floresta

Luciano Tavares, 
O estacionamento do estádio Arena da Floresta ficou pequeno para a quantidade de carros e para as mais de 15 mil pessoas que foram assistir ao espetáculo do Esquadrão de Demonstração Aérea (EDA), da Força Nacional Brasileira (FAB), mais conhecido como Esquadrilha da Fumaça. O show, parte da programação dos 50 anos do Acre, teve início às 17h deste domingo e lotou todo o entorno da Arena. Muita gente também aproveitou para assistir o espetáculo, da Avenida Amadeo Barbosa.
A apresentação contou com a participação de sete aeronaves da Força Aérea Brasileira que emocionaram o público com manobras como loops com cruzamento, parafusos verticais, “DNA” – em que uma aeronave circunscreve outras duas a menos de dois metros de distância -, entre outras.
Durante uma hora de apresentação, os sete pilotos levaram o público ao delírio. Entre os mais animados estava o governador Sebastião Viana, de chapéu, acompanhado de sua esposa Marlucia Cândida, com os olhos fitos ao alto ele aplaudia cada manobra feita.
A esquadrilha da fumaça não cobra para fazer esse tipo de apresentação nos estados.
Sebastião Viana se mostrou feliz com a presença do público e o reconhecimento dos homens da Força Aérea pelos 50 anos do Acre, e aproveitou para anunciar uma condecoração concedida pelo estado ao Comandante da Força Aérea Brasileira, Tenente Brigadeiro do Ar, Juniti Saito, homenagem ocorrida durante solenidade na noite deste domingo, no Palácio Rio Branco, como reconhecimento pelos trabalhos realizados pela FAB no Acre.
“Também estou grato pela homenagem e por fazer parte desse aniversário, de um Estado tão bonito como é o Acre”, agradeceu o brigadeiro Saito.
Esquadrilha da Fumaça e sua história
Criada oficialmente em 1952, o Esquadrão de Demonstração Aérea da FAB completa 60 anos neste mês. Composta por 13 pilotos altamente treinados e capacitados, a Esquadrilha da Fumaça opera com a aeronave T-27 Tucano, projetada e fabricada pela Empresa Brasileira de Aeronáutica (Embraer), e realiza, em média, 100 demonstrações por ano. Em cada uma delas, o público pode acompanhar uma série de 55 acrobacias de alta performance que incluem o voo de dorso, especialidade da equipe fumaceira. Em 2006, a Fumaça alcançou o recorde voando com 12 aeronaves em formação de voo dorsal.
Ao todo, foram mais de 3,5 mil demonstrações realizadas em todo o Brasil e no exterior. O objetivo da equipe é criar uma ligação entre a população e a FAB.

Alex Lima - Contatos: noticiaefatos@gmail.com
Twitter:@noticiaefatos
Cel: 9977-6454/9234-0590/8422-8857
 

MSN: noticiaefatos@gmail.com

Nenhum comentário:

Postar um comentário