quarta-feira, 18 de julho de 2012

Coperativa emite nota de esclarecimento e nega fechamento de fábrica

A diretoria da cooperativa dos Criadores e Produtores Rurais de Bujari, Coopeixe, emitiu nesta quarta feira, uma nota de esclarecimento, onde nega o fechamento da indústria de pescado no Bujari. Leia abaixo a nota.
NOTA DE ESCLARECIMENTO:
A Cooperativa dos Criadores e Produtores Rurais – COOPEIXE BUJARI, gestora e responsável legal pela Indústria de Embutidos de Peixe do Bujari, vem a público esclarecer a matéria “jornalística” vinculada pelo site www.ac24horas.com no dia 17 de julho de 2012. Externando desde já, o repúdio as informações divulgadas. Se não vejamos:
1. A Coopeixe Bujari firmou convênio em 27/06/2011 com a Secretaria de Estado de Desenvolvimento Econômico, Indústria, Ciência e Tecnologia – SEDICT no valor global de R$ 536.236,00 sendo R$ 487.236,00 em recursos da concedente (SEDICT) e R$ 49.000,00 em recursos da convenente (COOPEIXE);
2. O referido Convenio tem por objeto a reforma do prédio e aquisição dos equipamentos e matérias necessário para o funcionamento da Indústria;
3. Neste processo fui de fundamental importância o apoio da Prefeitura de Bujari e Câmara de Vereadores os quais, após analise do projeto, viabilizaram através de projeto de lei a cessão do prédio para a Cooperativa;
4. Toda a execução e gestão do Convênio foram realizados pela Cooperativa, contando com apoio da SEDICT (hoje SEDENS).
5. A capacidade inicial de processamento é de 30 ton./mês de matéria-prima, entretanto a demanda foi maior que o projetado inicialmente o que requereu, após a inauguração, ser realizado um novo planejamento pelo Conselho Administrativo da Cooperativa visando a ampliação da capacidade produtiva para 60 ton./mês, sendo necessário:
a. Instalação de Câmara Fira e Túnel de Congelamento com capacidade de armazenamento para 20 ton.
b. Instalação de uma Câmara de Resfriamento e aquisição de uma Despolpadeira com capacidade de processamento para 500 kg/h.
6. A Cooperativa esclarece ainda que os equipamentos acima mencionados já foram adquiridos e encontra-se em fase final de instalação, com previsão de reinicio das atividades na primeira semana de Agosto/2012.
7. Destacamos que a Cooperativa, através de sua equipe técnica vem realizando trabalho de campo, onde estão sendo cadastrados todos os piscicultores que tenham interesse em fornecer seu produto para Indústria.
8. Quanto as informações distorcidas pela reportagem esclarecemos que:
a. A Indústria não está abandonada, e conta com pessoal administrativo e de manutenção;
b. Toda mão-de-obra operacional já foi selecionada;
c. Os matérias (madeiras e painéis isotérmicos) destacados pela reportagem como abandonos, são na verdade decorrente do processo de instalação da Câmara Fria, pois sabe-se que em todo processo de construção e montagem a sobra de material e estes são de responsabilidade da empresa contratada;
d. A entrada principal citada na matéria é na verdade a saída final do produto processado e deve realmente manter-se constantemente fechada. Bem como todo o acesso a área de processamento deve ser mantida fechado para evitar contaminação externa, bem como o acesso de pessoas não autorizadas;
e. A “porta frigorifica” citada na reportagem é na verdade uma placa de painel isotérmico, estando acondicionada na parte externa para montagem pela empresa contratada;
f. O nome correto do Presidente da COOPEIXE BUJARI é Francisco Roberto Alves Diógenes, e não Antonio, como informado na “reportagem”. E o motivo de não conseguir contato via telefone se deve ao fato de o mesmo encontra-se na zona rural junto a equipe técnica realizando levantamento dos piscicultores;
9. Destacamos ainda, o repudio a invasão da Invasão da Indústria de Embutidos de Peixe por partes de pessoas que não foram autorizadas a adentrar, considerando tratar-se de uma área particular e não pública;
Por fim, informamos ainda que a Cooperativa participou no ultimo dia 16 da Chamada Pública que permitirá o fornecimento de Embutido de Peixe na Rede Estadual de Ensino.
Finalizamos externando nosso agradecimento ao Governador Tião Viana, aos Secretários Edvaldo Magalhães e Lourival Marques, a Prefeitura de Bujari pelo comprometimento para como o pequeno produtor. E, a todos os piscicultores e produtores rurais que acreditaram e acreditam neste projeto.
A Cooperativa COOPEIXE BUJARI solicita ainda, o direito de resposta a matéria vinculada de forma distorcida e visivelmente com cunho politiqueiro.
Francisco Roberto Alves Diógenes
Presidente

Alex Lima - Contatos: noticiaefatos@gmail.com
Twitter:@noticiaefatos
Cel: 9977-6454/9234-0590/8422-8857
 

MSN: noticiaefatos@gmail.com

Nenhum comentário:

Postar um comentário