quarta-feira, 18 de julho de 2012

No bairro XV, Alysson Bestene conhece o abandono da região

O candidato à vice, Alysson Bestene, representou Tião Bocalom [que cumpre agenda em Brasilia e São Paulo], na visita ao setor comercial do bairro XV, na manhã de hoje (18). Depois de tomar café no Mercado do XV, Alysson visitou os comerciantes da Rua Bolevard Augusto Moteiro e conheceu de perto o abandono do setor histórico do Segundo Distrito.
- O abandono começa pelo mercado. Há dois anos foi liberada uma emenda através do projeto de revitalização do local elaborado pelo atual deputado Gladson Cameli, no valor de R$ 800 mil e até hoje as obras não iniciaram. Isso é falta de vontade política – disse Alysson.
O desabafo é geral dos comerciantes instalados na região. O açogueiro Delço Dal Bello fez questão de dizer que há 14 anos espera pela sonhada revitalização do mercado. “Entra e sai político e as promessas são as mesmas, meu boxe está desmoronando e não tenho mais esperança de vir isso aqui novo. Só piora, a cada dia ficamos mais esquecidos”, disse Delço.
Seu João, que tem uma oficina no bairro XV já foi avisado várias vezes de que vai ser retirado do local por ser uma área de risco de desbarrancamento. “A defesa civil alega que essa é uma área de risco provocado por um fenômeno natural. Eles afirmam ainda que não vamos ser indenizados. Não entendo, haitianos e bolivianos são tratados melhores do que nós acreanos”, comentou seu João.
João é da geração da primeira família Araújo que chegou ao bairro XV. Ele segue a profissão dos seus pais no trabalho com carrocerias de madeira. Ele reclamou da falta de incentivo ao setor moveleiro e alegou que o esquecimento dos atuais políticos do governo e da prefeitura resultou no desbarrancamento da região.
- É muito irônico o PT montar o seu comitê justamente no bairro que há tantos anos foi esquecido por eles. Ainda colocam esse paredão para camuflar o desmoronamento e o lixo que se acumula há anos ai – desabafou.

Alex Lima - Contatos: noticiaefatos@gmail.com
Twitter:@noticiaefatos
Cel: 9977-6454/9234-0590/8422-8857
 

MSN: noticiaefatos@gmail.com

Nenhum comentário:

Postar um comentário