sexta-feira, 28 de setembro de 2012

Em Rio Branco, funcionários do Banco da Amazônia aprovam proposta e dão fim a greve

Reunidos na manhã desta sexta-feira (28), funcionários do Banco da Amazônia deliberaram pela aceitação da proposta específica apresentada pela instituição e finalizaram o movimento de 10 dias de paralisações por melhores salários e condições de trabalho.
Assim como fez o Sindicato dos Bancários do Pará, o SEEB/AC orientou a assembleia dos empregados do Banco da Amazônia a votar pela aceitação da proposta apresentada pelo banco na rodada de negociação realizada quarta-feira (26).
De acordo com o diretor do Sindicato, Jorge Luiz, a proposta traz avanços importantes, principalmente na questão de índice de reajuste – 7,5% da Fenaban sobre todas as verbas, garantir 8,5% nos itens de auxílio refeição, cesta alimentação e 13ª cesta alimentação. Outro avanço diz respeito à distribuição da Participação dos Lucros e Resultados (PLR) e a garantia da promoção automática de TB1 para TB2, e de TC1 para TC2, além da valorização no piso, reivindicação histórica dos trabalhadores do banco.
Nesse sentido, por maioria dos votos, a proposta foi aceita e o movimento de greve foi encerrado no Banco da Amazônia.
“As conquistas específicas que tivemos no Banco da Amazônia foram positivas e fruto da greve que fizemos. Sabemos que podemos avançar ainda mais em conquistas para os empregados do banco, como em relação ao PCCS e ao Plano de Saúde, por isso é fundamental seguirmos na luta, com unidade entre os trabalhadores, para continuarmos somando vitórias no Banco da Amazônia”, afirma o vice-presidente do Sindicato dos Bancários do Pará, e empregado do banco, Sérgio Trindade.

Com informações da SEEBAC

Nenhum comentário:

Postar um comentário