sábado, 13 de outubro de 2012

Edvaldo Souza, Jamil Asfury e Aníbal Diniz alertam eleitor contra mentiras e discurso agressivo de Bocalom

Chico-mendes-1Parlamentares que apoiam a candidatura de Marcus Alexandre alertaram ontem os eleitores de Rio Branco quanto às “muitas falsas promessas e mentiras” que oposicionistas espalham pela cidade nestas eleições. “Há propostas inexequíveis. O eleitor deve principalmente observar o perfil de gestor público, que tenha boa relação com o governo estadual e federal”, pediu o deputado Edvaldo Souza durante a caminhada que Marcus Alexandre e a militância do 13 fizeram pelo bairro Chico Mendes, no final da tarde de quinta-feira, 11.


Semelhante opinião expressou o deputado Jamil Asfury, um importante aliado para Marcus Alexandre implementar as mudanças que Rio Branco precisa para melhorar a vida de todos. “O eleitor deve tomar cuidado especialmente com a mentira. Tem de olhar para o perfil do candidato”, disse Asfury, que percorreu com Marcus o Loteamento Altamira, no bairro Chico Mendes, um local que está recebendo obras do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC) e do Ruas do Povo. Na rua Francisco Ademar, as obras são visíveis mas sofrem com o mau tempo, o que gera algum transtorno aos moradores. Marcus reafirmou o compromisso em levar infraestrutura à toda cidade, dando continuidade as obras do prefeito Angelim e reforçando as parcerias com o governador Tião Viana.


Com Marcus, o deputado Asfury visitou a casa de Francisco Marcos, cuja esposa, Elisângela, é deficiente visual e estuda no Centro de Atenção ao Deficiente Visual (CADV), onde a esposa de Jamil, Sandra Asfury, é professora. O grupo conversou e Francisco, que havia votado em Bocalom no primeiro turno, pediu que fosse afixado na parede sua casa um cartaz de Marcus Alexandre. “Vamos votar no 13”, declarou Francisco. “A gente vê simplicidade no Marcus. No Bocalom a gente vê ressentimento e inverdades”, afirmou Asfury.


A caminhada contou com a presença do senador Aníbal Diniz, que também fez importante alerta: “o eleitor não se pode deixar levar pelo discurso agressivo de Bocalom”. Diniz pediu que os eleitores que votaram em Marcus Alexandre no primeiro turno confirmem seu voto e ajudem a ampliar a confiança no 13 no próximo dia 28 de outubro.

Andréia Oliveira, da assessoria

Nenhum comentário:

Postar um comentário