quarta-feira, 30 de janeiro de 2013

Em Brasília, Aníbal recebe prefeitos do Acre para tratar sobre gestão

Vice-presidente do Senado, o senador Aníbal Diniz (PT-AC) recebeu nesta quarta-feira (30) para um almoço, em Brasília, cinco prefeitos do Acre, com os quais discutiu as dificuldades dos municípios e as estratégias para contornar a falta de verbas e conseguir promover o desenvolvimento local. Os prefeitos dos municípios de Tarauacá, Rodrigo Damasceno; de Rodrigues Alves, Burica; de Rio Branco, Marcus Alexandre; de Marechal Taumaturgo, Aldemir Lopes; de Sena Madureira, Mano Rufino, e do Bujari, Tonheiro, participaram da reunião na qual também estiveram presentes o deputado federal Taumaturgo Lima (PT-AC) – coordenador da bancada federal do Acre – e o deputado estadual Jonas (PT).
Segundo Aníbal Diniz, é fundamental que os prefeitos definam um conjunto de ações de trabalho e tenham como objetivo central a adimplência das prefeituras para poderem associar-se aos programas desenvolvidos pelo governo federal. “Não adianta tentar pulverizar ações. O mais importante é estabelecer um pacto de governabilidade e focar na adimplência das contas, para que seja possível fazer o cadastro no conjunto de ações que o Executivo federal pretende desenvolver nos próximos anos”, defendeu. “É fundamental que os gestores tenham planos estratégicos para conhecer e participar dos programas federais que podem ajudar, e muito, o desenvolvimento dos municípios, como o programa Brasil Carinhoso e o programa para educação integral em determinadas escolas”, avaliou.
Os prefeitos acreanos relataram a disposição de fazer o que for necessário para uma boa gestão e destacaram a necessidade de mais articulação com a bancada federal, além de um “olhar especial” para os municípios do interior do Estado. Para Aníbal Diniz, os prefeitos podem e devem expor seus problemas sempre que possível, tanto para os parlamentares como para o governo do Estado, e insistir no diálogo. “É importante alertar para os desafios e partilhar as experiências. O diálogo é o insumo fundamental da política”, disse.
anibal

Nenhum comentário:

Postar um comentário