quarta-feira, 30 de janeiro de 2013

IOC seleciona 25 candidatos a doutorado no Acre


doutorado1Onze doutores do Instituto Oswaldo Cruz estão em Rio Branco nesta terça e quarta-feira, 29 e 30 de janeiro, para avaliações de 28 servidores do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Acre como candidatos ao Doutoramento em Ciência, Tecnologia e Educação na Amazônia.



Professores e técnicos se inscreveram para as 25 vagas da chamada especial de seleção. Pelo edital, potencialmente o IOC espera distribuir estas vagas nos seguintes Programas de Pós-graduação: 10 para Biodiversidade e Saúde (conceito 4), 8 para Ensino em Biociências e Saúde (conceito 4), 5 para Biologia Celular e Molecular (conceito 6), 4 para Biologia Parasitária (conceito 6) e 4 para Biologia Computacional e Sistemas (conceito 4).



O processo seletivo é composto por três etapas, sendo a apresentação oral de memorial (classificatória); o exame oral (eliminatória) e a análise de currículo (eliminatória). Participam das avaliações os doutores Tânia Araújo-Jorge (diretora-presidente do IOC e participante nas áreas de Ensino em Biociências e Saúde e Biologia Celular e Molecular), Paulo Andrea (IOC /Biodiversidade e Saúde), Rosangela Rodrigues e Silva (IOC /Biodiversidade e Saúde), Carlos Alves (IOC /Biologia Parasitária), Yara Traub (IOC /Biologia Celular e Molecular), Leila Mendonça (IOC /Biologia Celular e Molecular), Ana Carolina Paulo (IOC /Biologia Parasitária e Biologia Computacional e Sistemas), Ricardo Waizbort (IOC /Ensino em Biociências e Saúde), Ernesto Caffarena (IOC /Biologia Computacional e Sistemas), Felipe Naveca (Microbiologia – membro do Instituto Leônidas e Maria Deane da Fiocruz Amazônia) e Carla Freire (Ciências Naturais/Farmacologia da Fiocruz/RO) e como avaliador externo participou o Prof. Dr. Marcelo Minghelli, secretário de Ciência e Tecnologia do Estado do Acre.



Os servidores do IFAC aprovados serão matriculados no curso de Pré-doutorado de 180 horas, modalidade de aperfeiçoamento (Pós-Graduação Lato sensu), cuja aprovação é condição para o acesso à matrícula definitiva nos cursos de Doutorado dos Programas de Pós-Graduação Stricto Sensu do Instituto Oswaldo Cruz. O curso de pré-doutorado será realizado no Rio de Janeiro.



Pelo futuro da Amazônia

A oferta de 25 vagas de doutorado em Ciência, Tecnologia e Educação na Amazônia para o Acre foi uma gestão conjunta do Instituto Federal do Acre, do governador do Estado do Acre, Tião Viana, e do deputado federal Sibá Machado. No ano passado, o governador e o deputado participaram pessoalmente com a reitoria do IFAC de várias reuniões no Rio de Janeiro, em Brasília e em Rio Branco para a ampliação do número de pesquisadores na Amazônia Acreana.

“Estamos fazendo todo o esforço para melhorar nossos índices do Ensino, estimular a Pesquisa e consequentemente promover a qualidade de vida do povo acreano através da autonomia sobre o conhecimento sustentável deste ambiente que o mundo inteiro olha, mas somos nós que aqui vivemos e temos responsabilidade com o seu futuro”, disse o reitor Pro Tempore do IFAC, Prof. Breno Silveira.

Da assessoria

Nenhum comentário:

Postar um comentário