sábado, 23 de fevereiro de 2013

Prefeitura rescinde contrato com empresa que não executou serviços de qualidade

Pref cancelou contrato com a JM 2 Foto Marcos Vicentti
Anúncio de quebra de contrato aconteceu durante reunião com presidentes de associações de moradores (Foto: Divulgação)
Reunido com os presidentes de Associações de Moradores e equipe da secretaria Municipal de Obras, o prefeito Marcus Alexandre, anunciou que o contrato com a empresa J.M, para a urbanização de oito bairros da capital, está rescindido e que a empresa será multada por não ter cumprido o prazo de conclusão das obras, que fazem parte do Programa de Aceleração do Crescimento PAC II. Um novo processo licitatório será iniciado na próxima semana e a previsão da prefeitura é de que as obras sejam reiniciadas em maio e concluídas até o final do verão.


O contrato de R$ 40 milhões, entre a Prefeitura de Rio Branco e a J.M, firmados em dezembro de 2011, previa a urbanização de oito bairros da cidade até dezembro de 2012, mas o prazo não foi cumprido e o resultado do serviço executado, explica o prefeito, não é satisfatório. Os bairros contemplados são: Glória, Pista, Bahia Velha, Vitória, Chico Mendes, Vilas da Amizade e Acre e Ramal Bom Jesus.

Logo na primeira semana de sua administração, Marcus Alexandre, esteve nos oitos bairros. Encontrou problemas e exigiu celeridade por parte da empresa, o que não foi cumprido e as reclamações dos presidentes e das lideranças comunitárias, só aumentaram. A decisão de rescindir o contrato, segundo o prefeito foi inevitável. “Precisamos cuidar bem dos recursos públicos e as obras precisam ser bem feitas. Nada mais de serviços de má qualidade.”

O prefeito anunciou que a fiscalização na execução das obras, pela nova empresa, será mais rigorosa para garantir que os prazos sejam cumpridos e reafirmou que morosidade e má qualidade no serviço, não serão toleradas.

A decisão do prefeito, de rescindir contrato de empresa que não executa serviços de boa qualidade nos bairros, foi comemorada pelos presidentes de Associações de Moradores. Cosmo Brito, do bairro Vitória, diz que a decisão do prefeito foi corajosa e demonstra o compromisso dele com a população. A líder do bairro da Pista, Aldenira Araújo, comenta que os moradores da localidade vão aplaudir a decisão do prefeito. “As obras não estão de acordo com o esperado e por isso nosso apoio é total ao prefeito Marcus Alexandre de acabar com esse contrato e trazer uma empresa mais comprometida com a qualidade das obras”.

Estiveram na reunião com o prefeito nesta sexta feira, os presidentes das Associações de Moradores dos oito bairros onde as obras do PAC são executadas, a secretária de Obras, Cláudia Cunha, o secretário Adjunto de Obras, Ricardo Araújo, coordenadores das regionais e o secretário Adjunto da secretaria de Articulação Comunitária, Francisco Pereira.
 
Assessoria PMRB

Nenhum comentário:

Postar um comentário