quarta-feira, 20 de fevereiro de 2013

SEE realiza homenagem aos professores finalistas do 3º Concurso Aprender e Ensinar: Tecnologias Sociais

Concita Cardoso – Assessoria SEE
Destinado exclusivamente a professores da Educação Básica vinculados à rede estadual, Institutos Federais de Educação, Ciência e Tecnologia ou escolas técnicas públicas, a terceira edição do concurso Aprender e Ensinar: Tecnologias Sociais conta com dois professores acreanos na etapa final, devidamente homenageados pela Secretaria Estadual de Educação (SEE) na tarde desta quarta-feira (20).
Promovido pelo Banco do Brasil e organizado pela Revista Forum, o principal objetivo do concurso é fomentar o debate entre professores e estudantes sobre o uso de Tecnologias Sociais na educação e em projetos de desenvolvimento local, onde também podem participar professores de espaços não formais de educação, como Educação de Jovens e Adultos (EJA) e ONGs, que desenvolvem atividades em escolas públicas ou institutos federais.
Homenagem aos professores finalistas do concurso Aprender e Ensinar Tecnologias Sociais
Homenagem aos professores finalistas do concurso Aprender e Ensinar Tecnologias Sociais
Esta edição do concurso teve mais de 4,5 mil inscritos de todo o Brasil, sendo 408 apenas da Região Norte. Do total, 64 professores foram classificados como finalistas, vindos de 54 escolas públicas e espaços não formais de educação (2 por Estado e Distrito Federal) e 10 de Institutos Federais de Educação, Ciência e Tecnologia.
Os educadores, incluindo os xapurienses Eurides Freire Araújo, da Escola de Ensino Fundamental Anthero S. Bezerra, e Idelson Marques de Holanda, da Escola de Ensino Fundamental e Médio Divina Providência, apresentarão seus projetos em Brasília, onde os cinco vencedores da terceira edição serão escolhidos e premiados com uma viagem ao Fórum Social Mundial 2013, na Tunísia, que acontece em março deste ano.
Com o projeto ‘Pescadores de Livros’, o professor Idelson Marques de Holanda, ressalta que receber uma premiação de tamanha grandeza é ter o reconhecimento e a certeza de que cada minuto dedicado ao projeto foi recompensado.
Emocionada a professora Eurides Freire Araujo, autora do projeto ‘Participação Política’,comentou que “foi uma longa estrada até chegar a este momento de reconhecimento e premiação. Tenho a certeza que meus alunos estão mais conscientes e exigentes quanto a seus deveres políticos”.
Na oportunidade, os professores receberam Tablet’s e um certificado de Honra ao Mérito concedidos pelo Banco do Brasil e Secretaria Estadual de Educação e Esporte, respectivamente.
Segundo o superintendente em exercício do Banco do Brasil, Marcolino Rodighero, o BB tem premiado ações que invistam no desenvolvimento sustentável do país. “É uma alegria ter dois professores acreanos finalistas do concurso. Tenho a certeza de que os maiores vencedores são os alunos da rede pública estadual contemplados com projetos que visam a melhoria da qualidade de vida da população”, afirma.
“Os bons investimentos que o governo do Estado tem feito ao longo dos últimos anos é uma prova de que estamos no caminho certo. A ousadia dos dois professores servirá de exemplo para que outros profissionais também acreditem e invistam em suas ideias e projetos. É um orgulho tê-los como nossos representantes na fase final do concurso Aprender e Ensinar: Tecnologias Sociais. Vamos torcer para que sejam escolhidos para representar o país na Tunisia”, conclui a diretora de Gestão Institucional da Secretaria de Educação, Rita Paro.

Nenhum comentário:

Postar um comentário