quarta-feira, 13 de março de 2013

Aníbal Diniz nega que gestão petista prejudique o BNDES

Da Redação – Agência Senado

Na última sexta-feira, o líder do PSDB no Senado, Aloysio Nunes (SP), afirmou que a “má gestão” do governo petista seria responsável pela queda no lucro registrada no ano passado pelo Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES). Em resposta, o senador Anibal Diniz (PT-AC) afirmou, em discurso feito nesta quarta-feira (13), que tal avaliação está equivocada.
O senador pelo PT apresentou vários dados para lembrar que o BNDES tem sido um banco muito lucrativo ao longo dos últimos anos, “mesmo não sendo essa sua motivação essencial”. Ele argumentou que o BNDES não é uma instituição cujo objetivo principal seja o lucro, mas sim estimular o desenvolvimento econômico e social do país.
Apesar disso, Anibal Diniz reconheceu que houve uma redução do lucro no ano passado, mas declarou que isso ocorreu devido a fatores “pontuais”. Também destacou que esse lucro, estimado em R$ 8,2 bilhões, seria o terceiro maior lucro da história do banco.
– É importante assinalar que os lucros do BNDES aumentaram expressivamente sob os governos do PT – disse ele.
Segundo Anibal Diniz, a média de lucro do BNDES durante a gestão de Fernando Henrique Cardoso (integrante do mesmo partido de Aloysio Nunes) foi de R$ 742 milhões ao ano, enquanto a média sob as gestões do PT foi de R$ 5,85 bilhões.
E, ao comparar os resultados do BNDES com os dos grandes bancos de fomento do mundo, Anibal Diniz assinalou que a rentabilidade sobre o patrimônio líquido “supera em muito o resultado alcançado, por exemplo, pelo Banco Mundial”.

Nenhum comentário:

Postar um comentário