quarta-feira, 27 de março de 2013

Famílias abrigadas no Parque de Exposições seguem regras de boa convivência


Duzentas e quarenta e três famílias já estão abrigadas no Parque de Exposições por causa da cheia do Rio Acre, que nesta quarta feira pela alcançou 15,28 m – medição das 15 horas. São mil e treze pessoas das mais variadas idades de bairros como Cadeia Velha, Airton Sena, Seis de Agosto, Baixada da Habitasa e Taquari. Além da alimentação, serviço de saúde e entretenimento são oferecidos para as crianças, a coordenação do abrigo instituiu um pacto de convivência com regras para garantir o bem estar das famílias abrigadas no local.
Manter o silêncio nos boxes, não andar de roupas íntimas pelo local, não fumar nos corredores, manter o volume das TVs sempre baixo, não consumir bebidas alcoólicas, não desperdiçar água e não rasgar as lonas são regras do pacto de convivência. Ainda segundo o pacto, os pais devem ter atenção especial com as crianças no que se refere à circulação na área do Parque, com o objetivo de evitar acidentes. Segundo uma das coordenadoras do abrigo, Regiane Cristina de Oliveira, que já atuou em oito alagações do Rio Acre, conta que as regras foram sendo criadas ao longo dos anos e garantem que a convivência das famílias no Parque seja a melhor possível.
abrigo
Rádio Com Você no Dia a Dia
Outra ferramenta importante para a coordenação do abrigo é a Rádio Com Você no Dia a Dia, que funciona dentro do Parque de Exposições sob coordenação da Assessoria de Comunicação da Prefeitura de Rio Branco. Diariamente são repassadas informações e orientações às famílias abrigadas. O radialista Roney Martins, lê as regras de convivência, dá informações sobre os serviços disponíveis no local, como o posto de saúde, cursos oferecidos, corte de cabelo e atividades para as crianças e repassa orientações sobre noções de higiene. A coordenadora Regiane Cristina relata que a rádio é fundamental na comunicação com os abrigados. Cita que além das informações repassadas, a rádio ajuda até na hora em que os parentes chegam ao Parque em busca de abrigados. “Pela rádio anunciamos que determinado parente está no parque à procura de quem está abrigado aqui. Podemos falar para todos de uma só vez sobre as regras de convivência e repassar dados importantes sobre saúde e sobre procedimentos de higiene”, informou Regiane.
Andrei Forneck, da Prefeitura de Rio Branco

Nenhum comentário:

Postar um comentário