quinta-feira, 14 de março de 2013

Parcerias entre governo do Acre e sindicatos facilita o acesso de produtores rurais a condições de melhoria de vida

Terezinha Moreira
O secretário de Extensão Agroflorestal e Produção Familiar (Seaprof) e de Agropecuária (Seap), Lourival Marques Filho vem implementando um modelo de ação que envolve as entidades representativas dos trabalhadores rurais nas decisões. Os programas do governo de Tião Viana voltados para a produção agricola no Estado são planejados com a participação dos beneficiários. Nesta quarta-feira, Fetacre (Federação dos Trabalhadores em Agricultura do Acre) e STR (Sindicato dos Trabalhadores Rurais) e gerencia do escritório da Seaprof em Manuel Urbano definiram a atuação da assistencia técnica e extensão rural (Ater) na região.
“Essas entidades têm um passado de luta em busca de uma melhoria da qualidade de vida. Eles têm um sentimento de que podem ser os responsáveis por transformações em suas vidas”, explica Lourival Marques acrescentando que sentar com os sindicatos e federações facilita as ações de Ater de modo a ampliar as oportunidades de inserção produtiva da produção familiar.
Na reunião com a presidente do STR, Francisca Eudócia Lima, com o presidente da Fetacre, Manoel Cumaru, o secretário Lourival Marques e o gerente do escritório da Seaprof no municipio Elio Ferreira definiram a metodologia que será utilizada para atender a demanda de Ater. “Buscamos até mesmo um aumento da participação da comunidade no movimento sindical local”, disse o secretário.
Para o governo do Acre, trabalhar com o movimento social local contribui para o envolvimento das comunidades já que a proposta é de um projeto de assistência técnica e extensão rural diferenciado, abraçado pelo STR, servindo de refêrencia de ação mobilizadora para as competências políticas locais.
Seaprfo_67
Crédito e assistência técnica
Foto a – Presidente da Associação de Produtores Rurais Campo Verde, localizada no Projeto de Assentamento Liberdade, quilômetro 16 da rodovia BR 364, José Santos Oliveira
O presidente da Associação de Produtores Rurais Campo Verde, localizada no Projeto de Assentamento Liberdade, quilômetro 16 da rodovia BR 364, José Santos Oliveira, conhecido como Zé Velho, integra também a diretoria do STR local e garante que o governo do Estado tem feito grandes investimentos na área rural do municipio.
“A gente conhece bem as necessidades da comunidade e pode ajudar na hora de decidir por onde e como começar os trabalhos”, disse.
Em Manuel Urbano, nos ultimos dois anos, 987 familias foram atendidas diretamente com uma ação de governo. Cerca de R$ 3,6 milhões foram liberados em crédito do Pronaf (Programa Nacional de Fortalecimento da Agricultura Familiar). No Programa de Desenvolvimento da Piscicultura 31 açudes foram construidos para a criação de peixes dentro da ação de garantia da segurança alimentar.
“Também temos ação do PAA (Programa de Aquisição de Alimentos), do Florestas Plantadas com distribuição de mudas de seringueiras além do Programa de Fruticultura com distribuição de mais de 20 mil mudas de frutiferas além de mecanização agrícola, de avivultura”, enumera Lourival Marques.

Nenhum comentário:

Postar um comentário