quinta-feira, 4 de abril de 2013

Inter vence Rio Branco por 2 a 0 e garante vaga antecipada


riobrancoxinter 030413_6
O Internacional venceu o Rio Branco-AC por 2 a 0 na noite desta quarta-feira, 3, no estádio Arena da Floresta, no jogo de estreia na Copa do Brasil. Caio e Forlán, de pênalti, marcaram os gols no segundo tempo que garantiram a vaga antecipada no Acre.
O adversário na próxima fase sairá do confronto entre Santa Cruz-PE e Guarani de Juazeiro-CE. No jogo de ida, o Santa Cruz venceu por 2 a 1. O Colorado volta a atuar somente em maio pelo torneio nacional. No próximo domingo (7/4), o desafio é diante do Veranópolis, no Antônio Davi Farina, pela Taça Farroupilha.
Time com mudanças
O Inter teve novidades na defesa e no ataque. Alan atuou no lugar de Rodrigo Moledo, lesionado, e compôs a zaga com Juan. Na frente, Rafael Moura foi o companheiro de Forlán, uma vez que Leandro Damião cumprirá suspensão em dois jogos da Copa do Brasil. O Inter começou o jogo com Muriel; Gabriel, Alan, Juan e Fabrício; Airton, Josimar, Dátolo e D'Alessandro; Diego Forlán e Rafael Moura.
Colorados no Acre
Mesmo a milhares de quilômetros de Porto Alegre, o Inter contou com o apoio maciço da sua torcida: cerca de 1 mil colorados marcaram presença nas arquibancadas da Arena da Floresta, que foi fundada em uma data especial para o Campeão de Tudo – 17 de dezembro de 2006, dia da conquista do Mundial FIFA.
Duelo vermelho e branco
Assim como o Inter, o Rio Branco carrega as cores vemelha e branca no seu uniforme. Enquanto time visitante, o Colorado atuou com seu fardamento todo branco. Já o adversário acreano veio todo de vermelho.
forlan 030413 riobrancoxinter 030413_7

Jogo nervoso
O Inter começou o jogo com um ataque fulminante, logo aos 45seg: Forlán recebeu lançamento na área e chutou cruzado, de primeira, para a boa defesa de Douglas. Aos 8min, o atacante uruguaio roubou a bola na intermediária, avançou com ela dominada até o interior da área, porém o chute saiu fraquinho, fácil para a defesa do goleiro.
O clima estava tenso dentro de campo. Os jogadores do Rio Branco marcavam forte e cometiam algumas faltas duras, além de provocarem permanentemente os colorados. Aos 12min, D'Alessandro soltou uma pancada de longa distância e a bola passou com perigo sobre o gol.
D'Ale sofre agressão e é expulso
Aos 21min, um lance de várzea! Testinha agrediu D'Alessandro, fora da jogada, com um soco. Ato contínuo, o zagueiro Juan também sofreu agressão. Ao invés de punir somente a atitude covarde e marginal de Testinha, o árbitro acabou expulsando ambos os jogadores. O Inter foi bastante prejudicado ao perder o seu camisa 10.
Os donos da casa assustaram aos 27min, em chute de Ley que passou por cima do travessão. Aos 38min, Roby chutou e Muriel espalmou para a linha de fundo, evitando o gol do Rio Branco. O Inter também tentou abrir o placar: aos 41min, Forlán cobrou falta por cima, e aos 45min, Dátolo recebeu na pequena área e tentou de bater de primeira, mas pegou mal na bola e desperdiçou boa chance.
Caio entra e faz 1 a 0
O jogo recomeçou morno, sem que ninguém conseguisse concluir em gol. A primeira finalização ocorreu somente aos 15min, quando Josimar chutou com força da meia-lua, mas a bola ganhou muita altura e saiu sobre o travessão.
Pouco depois, Caio entrou no lugar de Rafael Moura. E a estrela do atacante brilhou logo no seu primeiro lance. Aos 18min, Forlán cobrou falta para a área, Juan desviou de cabeça e a bola sobrou para Caio chutar para o fundo do gol. 1 a 0! Foi o seu segundo gol com a camisa colorada – o primero havia sido no jogo anterior, contra o Esportivo, pelo Gauchão.
Aos 21min, Willians entrou no lugar de Josimar. Foi a primeira partida do volante após afastamento por lesão. Aos 23min, Caio quase fez o segundo, em chute do bico da área que passou com perigo sobre o gol. Aos 29min, foi a vez de Otávio ir para o jogo na vaga de Dátolo.
O Inter jogava melhor e espremia o adversário no seu campo de defesa em busca do segundo gol. Aos 34min, Forlán arriscou de longe, mas a bola saiu pela linha de fundo. Aos 42min, Caio chutou colocado buscando o canto direito e Douglas espalmou, em grande defesa.
Forlán marca e garante classificação
A insistência colorada foi premiada aos 47min, quando Caio foi derrubado pelo goleiro Douglas. Pênalti claro! Forlán cobrou com categoria e marcou o segundo gol que assegurou a classificação antecipada à próxima fase da Copa do Brasil.
"Estou muito feliz em poder ajudar o Inter. Tentei entrar com a máxima vontade no segundo tempo", disse Caio, destaque da vitória.
"É um competição diferente, com jogos eliminatórios. Por isso é importante jogar com o regulamento debaixo do braço. Buscamos até o final e conseguimos a classificação. Agora ganhamos mais tempo de recuperação", afirmou o técnico Dunga.
"No primeiro tempo não houve futebol. O Rio Branco não queria jogar, e sim tumultuar a partida. Mas na etapa final o Inter conseguiu se impor. Prevaleceu o nosso preparo físico e os recursos que o treinador tem", avaliou o diretor de futebol Luís César Souto de Moura.
Ficha técnica
Rio Branco (0): Douglas; Ley, Erik, Marquinhos Costa (Pé de Ferro) e Ananias (Alfredo); Ismael, Araújo Goiano, Robi e Testinha; Araújo Jordão e Juliano César (Marcelo Brás). Técnico Luis Carlos da Silva.
Internacional (2): Muriel; Gabriel, Juan, Alan e Fabrício; Airton, Josimar, Dátolo (Otávio) e D'Alessandro; Diego Forlán e Rafael Moura (Caio). Técnico Dunga.
Gols: Caio (I), aos 18 minutos do segundo tempo, Forlán (I), de pênalti, aos 48 minutos do segundo tempo.
Cartões amarelos: Ley, Ismael, Roby, Erik (R); Fabrício, Forlán, Caio (I). Expusões: Testinha (R) e D'Alessandro (I).
Arbitargem: Fledes Rodrigues Santos, auxiliado por Márcia Bezerra Caetano e Valdebranio da Silva (trio de Rondônia).
Local: Arena da Floresta, em Rio Branco-AC.

Site Oficial do Internacional 

Nenhum comentário:

Postar um comentário