segunda-feira, 22 de abril de 2013

Policiamento Municipal ganha reforço do governo do Estado


polimuni
O Terminal Urbano de Rio Branco foi o piloto da experiência (Foto: Divulgação)
A partir do dia primeiro de maio, dez pontos de Rio Branco: Horto Florestal, Parques São Francisco (Raimundo Melo), Capitão Ciríaco, e Chico Mendes (Segundo Distrito); Mercados: Elias Mansour, Bosque, Galvez, Estação, 6 de Agosto e Terminal Rodoviário (em frente a UPA do Segundo Distrito), passarão a contar com o policiamento municipal. O convênio firmado entre o governo do Estado, Polícia Militar e a prefeitura de Rio Branco, foi assinado na última sexta feira pelo governador Tião Viana e o prefeito Marcus Alexandre no gabinete do governador.
Inicialmente sessenta homens vão fazer parte do policiamento municipal. O comandante da PM no Estado, coronel José Anastácio, explica que o município vai disponibilizar recursos, R$ 983.403,84, para que a Polícia Militar possa injetar no banco de horas dos homens que vão atuar no policiamento municipal.
Para o governador Tião Viana a medida é uma revolução no policiamento e o convênio vai garantir, por meio da Polícia Militar, que o município possa dar mais segurança aos patrimônios públicos. “Essa parceria vai trazer bons resultados na redução dos índices de violência nesses locais que concentram muita gente. Usuários, permissionários e a comunidade em geral vão sentir mais segurança nos espaços públicos”, ressaltou.  
O prefeito Marcus Alexandre, agradeceu ao governador pela parceria e lembrou que desde o início de sua administração, a prefeitura mantém policiais militares no Terminal Urbano, por meio de uma parceria com a Polícia Militar. “Lá no Terminal, o índice de criminalidade, como os pequenos furtos já teve redução desde os primeiros quinze dias, mas agora vamos expandir essa segurança. Nós teremos os parques, os mercados e outros espaços do município que contarão com a presença da polícia. Isso vai conferir mais segurança para usuários e empresários”, concluiu o prefeito.

Sucesso no Terminal Urbano

O Terminal Urbano de Rio Branco, por onde passam até cinqüenta mil pessoas por dia foi o piloto da experiência, que agora será estendida aos demais espaços públicos administrado pela prefeitura da capital.  O Ten.Cel. Cleudo Maciel, chefe do gabinete Militar da prefeitura, explica que foi feito um estudo situacional do Terminal Urbano, quando foram levantadas questões como a obstrução das baias de ônibus pelos vendedores ambulantes, a permanência de adolescentes no local e o uso de drogas e de bebida alcoólica na redondeza. “O objetivo do policiamento municipal é garantir a segurança e facilitar acessibilidade de usuários e clientes desses espaços, além disciplinar o comércio de ambulantes”, assegura o militar.
O presidente da Associação dos Camelôs e Feirantes de Rio Branco, José Carlos da Silva, o Juruna, diz que já é visível o resultado do policiamento municipal no Terminal Urbano e imediações.  “O aumento do policiamento já inibiu a ação dos marginais”.

Assesoria PMRB 

Nenhum comentário:

Postar um comentário