segunda-feira, 29 de abril de 2013

Preso acusado de tentar matar policial e ameaçar autoridades em Acrelândia



acusado_01Anderson dos Santos Freitas, 24, o Camarão, foi encaminhado ao presídio do Estado, nesta segunda-feira (29). Ele estava sendo procurado desde o dia 14 de abril, quando na companhia de outros três cumplicies invadiram o apartamento do policial civil Antônio José Passos, o Tonico, em Acrelândia.
Camarão, segundo a investigação, era integrante de uma quadrilha suspeita de ameaçar autoridades do município, entre as vítimas de ameaças estão o delegado de polícia Fabrizzio Sobreira e a juíza de direito Maria Rosinete.
Em depoimento ao delegado Roberth Alencar, Anderson dos Santos Freitas revelou que no dia dos fatos juntamente com seus comparsas consumiram bebida alcoólica e cocaína. Ao invadir a casa do policial que foi torturado pelos criminosos e esfaqueado seis vezes, o bando roubou uma pistola ponto 40 e um revólver 38.
Os demais integrantes do bando estão sendo caçados na região de Acrelândia e na capital, pôs estaria dissipado. Violentos, os criminosos se embrenharam na mata e Camarão veio com um tio dele, para Rio Branco, onde ficou hospedado na casa da avó, no ramal do Macarrão.
Ele foi capturado no bairro 6 de Agosto, por homens do 2º Batalhão da PM. Os militares encontraram Anderson Freitas na residência Jacson Pereira da Silva, na Travessa Cearense. Em ato continuo apresentaram o preso foi entregue na Delegacia de Flagrantes, para providências legais.

Nenhum comentário:

Postar um comentário