sexta-feira, 10 de maio de 2013

No Acre, Polícia Civil prende 61 na “Operação PC-27”

pc27
Operação PC-27' é uma deliberação do Conselho Nacional dos Chefes de Policia Civil (Foto: Divulgação)
Subiu para 61 o número de presos em todo o Acre na megaoperação desencadeada pela Polícia Civil. Denominada de 'Operação PC-27', ela é simultânea e acontece em todos os estados brasileiros visando combater a criminalidade. A ação é resultado de uma deliberação do Conselho Nacional dos Chefes de Policia Civil (CONCPC), que tem desde abril passado a chefe de Policia Civil do Rio/RJ, delegada Martha Rocha, como presidente.
No Acre, cerca de 220 policiais de delegacias e de unidades especializadas participam da ação. Algumas operações começaram na noite de quarta-feira. Foram realizadas prisões em flagrante e com mandados. Nove veículos foram recuperados, R$ 22 mil, além da apreensão de 24 quilos de cocaína, 5 armas de fogo e munição.
Agentes da Delegacia Itinerante apreenderam uma pistola ponto 40, roubada de um policial civil em Acrelândia. A arma foi localizada na zona rural de Porto Acre, na comunidade Tocantins, Ramal do Seringueiro.
Em Cruzeiro do Sul, região do Juruá, 36 mandados judiciais foram cumpridos pela Polícia Civil e uma mulher de 72 anos, que chefiava uma boca-de-fumo foi presa. Outras prisões ocorreram em Manuel Urbano, Feijó, Porto Acre e Plácido de Castro.
Na capital acreana a Polícia Civil prendeu 26 pessoas, por roubo, estupro, tráfico de droga e homicídio. Entre os presos consta Anaeu Mendonça de Brito, 20, que juntamente com outras três pessoas tentaram matar a facadas o policial civil José Antônio Passos o “Tonico”, na cidade de Acrelândia em 14 de abril, último.
No mesmo endereço os policiais prenderam Alcione Nascimento Nunes e Erinaldo Araújo do Nascimento, também conhecido como Veterinário. Alcione foi preso em flagrante por apropriação indébita de uma motocicleta e posse ilegal de arma de fogo (uso restrito).
Já Erinaldo e Nael tinham preventiva decretada pela justiça por tentativa de homicídio e incêndio criminoso, em residências do bairro Preventório. O Grupo de Capturas, localizado na Baixada do Sol, prendeu 14 pessoas. Entre as quais consta Raimundo Roberto de Souza Soares, 31, condenado a 20 anos de prisão, por homicídio.
“As prisões efetuadas demonstraram a força repressiva e toda capacidade da Polícia Civil em cumprir sua função exclusivamente constitucional, ou seja, a de investigar a autoria e materialidade dos crimes, que deverá ser reforçada com a PEC-37”, observou o delegado titular da Delegacia Itinerante Roberth Alencar.
A 'Operação PC-27' é uma deliberação do Conselho Nacional dos Chefes de Policia Civil (CONCPC). "O principal objetivo da ação é promover a integração entre as polícias do país, fortalecendo o contato e a troca de informações entre as instituições", afirmou Martha Rocha.

Assesoria Polícia Civil 

Nenhum comentário:

Postar um comentário