quarta-feira, 21 de agosto de 2013

No Acre, Rede de Marina obteve apenas 60% das assinaturas almejadas

marinaEm sua tentativa de criar o partido que pode lhe garantir o palanque para 2014, a Rede Sustentabilidade, a ex-senadora Marina Silva obteve em sua terra natal pouco mais de seis mil assinaturas para obter o registro junto à Justiça Eleitoral. Deste total, 2,5 mil já foram certificadas em cartório.
Por conta do baixo número de eleitores do Estado, 900 assinaturas confirmadas foram suficientes para a obtenção do registro junto ao Tribunal Regional Eleitoral (TRE/AC).
Para alguns dos organizadores da Rede no Acre faltou mais empenho por parte da militância. A meta era obter 10 mil apoios em todo o Acre. A falta de um núcleo para coordenar a coleta é apontada pelo marinista Francineudo Costa como um dos principais fatores para o grupo não alcançar a meta.
Os trabalhos mais intensos ocorreram logo no início da campanha para viabilizar o partido. Locais como Terminal Urbano, Esquina da Alegria e o saguão de entrada da Assembleia Legislativa foram escolhidos como ponto de coleta. Outra ala se mobilizou no campus da Universidade Federal do Acre (Ufac).
Segundo Francineudo, outra dificuldade encontrada foi a falta de tempo. “Como muitas pessoas precisavam trabalhar ficava difícil de tirar uma hora do dia para fazer a coleta, eu mesmo tentava sair mais cedo para ver se conseguia pegar a grande concentração de pessoas pelo Terminal”, diz ele.
De acordo com o ex-filiado do PV, em todo o Brasil a Rede já tem certificada 200 mil assinaturas. Marina Silva tem até o fim de setembro para cumprir todos os trâmites legais de registro da Rede para a disputa presidencial do próximo ano.
As informações são do site Agazeta.net, por Fábio Pontes.

Nenhum comentário:

Postar um comentário