quinta-feira, 22 de agosto de 2013

Policiais federais promovem paralisação por reestruturação da carreira

g1Agentes, escrivães e papiloscopistas da Polícia Federal no Acre aderiram à paralisação que ocorre nesta quinta-feira (22) em todo o país. Apenas os postos policiais e serviços de urgência continuarão funcionando. A categoria busca pressionar o Governo Federal a reestruturar as carreiras da instituição.
O presidente do Sindicato dos Policiais Federais do Acre (Sinpofac), Franklin Albuquerque, diz que a carreira está defasada.
"Até hoje a gente trabalha regido por uma portaria de 1989. Uma das principais reivindicações que temos é o reconhecimento do curso superior. Para ser policial federal é preciso ter o curso, mas ainda não está previsto em lei", explica.
Albuquerque diz que essa discussão com o Governo Federal já dura aproximadamente três anos, sem muitos avanços, e por isso os policiais federais deverão aumentar o número de manifestações já na segunda-feira (26).
"Se as negociações não avançarem vão ocorrer novas paralisações até culminar em uma greve geral", enfatiza.
As informações e imagem são do G1 AC, por Rayssa Natani.

Nenhum comentário:

Postar um comentário