quinta-feira, 5 de setembro de 2013

Máquinas que deveriam servir agricultores são usadas nas propriedades de membros do Governo do Acre

retroescavadeira 2Enquanto centenas de agricultores esperam as máquinas para a construção de pequenos açudes, pessoas com bom poder aquisitivo é que estão sendo beneficiadas. Depois de passar 17 dias na propriedade do representante da secretaria de Extensão Agroflorestal e Produção Familiar (Seaprof) em Cruzeiro do Sul, Franco Severiano, uma escavadeira hidráulica está fazendo trabalhos nas propriedades de funcionários públicos.
A denúncia partiu de presidentes de associações de agricultores, que pediram à reportagem para não serem identificados. “Essa máquina passou 17 dias fazendo os açudes do Franco Severiano. A propriedade dele fica no areal, estrada  do Pentecoste. É só ir lá para vê quantos hectares ele tem de lâminas d água”, disse um deles, insinuando que o mesmo beneficio também chegou às fazendas do vice-governador César Messias.
Ainda segundos os líderes rurais, em seguida a máquina teria sido deslocada para a comunidade Cinturão Verde, uma região onde convivem pequenos agricultores e abastados proprietários, localizada na divisa entre os municípios de Cruzeiro do Sul e Guajará (AM).
A escavadeira teria feito alguns açudes na propriedade de um servidor do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS). “Esse moço é pai de um rapaz que trabalha na Seaprof, o que bem caracteriza o favorecimento aliado ao tráfico de influência”, assim avalia um dos denunciantes, assegurando que vai ao Ministério Público Estadual (MPE) exigir uma investigação. A reportagem do Tribuna do Juruá encontrou a escavadeira na propriedade.de outro servidor público, desta feita do Tribunal de Justiça.
Fomos ao prédio da Seaprof ouvir o represente para que apresentasse a sua versão sobre os fatos. Franco Severiano não estava no local. A reportagem deixou o recado e o número do telefone do repórter. Também tentamos falar com o representante do Sindicato dos Trabalhadores Rurais de Cruzeiro do Sul, João “Todo Feio”, que preferiu se manifestar somente após a publicação da reportagem.
Com informações da Tribuna do Juruá, por Jorge Natal.

Nenhum comentário:

Postar um comentário