segunda-feira, 2 de setembro de 2013

Peruana é presa na BR-317com quase 9 quilos de cocaína; Segundo a PRF, destina seria São Paulo

imagePatrulheiros Rodoviários Federais (PRF), durante uma blitz de rotina na BR-317, na tarde deste sábado (31), prenderam uma mulher Peruana, em trânsito pelo Acre, com uma carga de entorpecente que seria entregue em São Paulo.
A prisão ocorreu durante uma batida no posto localizado no entroncamento de Xapuri, distante cerca de 55 quilômetros da fronteira. Os patrulheiros desconfiaram do comportamento da mulher, identificada como Elida Roxana Grandez Moreno (27), que estava dentro de um táxi.
Após retirar alguns pertences de dentro da mala, foi constatado que a mesma apresentava um peso acima do normal. Com uma averiguação mais minuciosa, os patrulheiros identificaram um forro falso e perceberam que havia uma camada de papel carbono, muito usado para despistar o aparelho de raio-x.
Uma grande quantidade de um produto de cor branca, em pó, característica de cloridrato de cocaína foi encontrado e identificado posteriormente na sede da delegacia da Polícia Federal, após a realização de testes.
Segundo a peruana, que foi presa em flagrante delito, iria receber cerca de mil dólares americanos caso conseguisse chegar no destino final. A mulher e a carga de cocaína ficaram detidos na sede da PF para averiguações de rotina.
Elida ficará a disposição da Justiça no presídio em Rio Branco até seu julgamento. Caso seja condenada por tráfico internacional de entorpecentes, poderá cumprir cerca de 15 anos de reclusão.
A droga estava no forro da mala e somou somou quase 9 quilos de cocaína - Foto: Alexandre Lima
A droga estava no forro da mala e somou somou quase 9 quilos de cocaína.
Mala pesou mais doque normal, fato esse que chamou atenção dos patrulheiros - Foto: Alexandre Lima
Mala pesou mais do que normal, fato esse que chamou atenção dos patrulheiros.
Com informações e imagens do Oaltoacre, por Alexandre Lima.

Nenhum comentário:

Postar um comentário