segunda-feira, 16 de setembro de 2013

Policiais podem estar envolvidos no desaparecimento de Gildemar

imageO delegado Robert Alencar,responsável pelas investigações do caso Gildemar, confirmou, nesta sexta-feira (13), que há possibilidade de policiais estarem envolvidos no desaparecimento do auxiliar de pedreiro que está há mais de 60 dias desaparecido. O inquérito deve ser concluído dentro de um prazo de 60 dias.
Em dois meses de investigação, o processo já acumula cerca de 200 páginas e mais de 20 pessoas ouvidas, entre elas, agentes públicos. O delegado confirmou uma possível participação de agente de instituições policiais."Não eram policiais civis, mas podem ser outras instituições policiais. A gente está verificando, coletando provas e ouvindo pessoas. É um caso de desaparecimento que pode ter sido um homicídio por execução ou pode ser que seja um desaparecimento e a pessoa ainda esteja viva", disse.

O auxiliar de pedreiro, Gildemar da Silva Lima, foi retirado de dentro de sua casa há mais de 60 dias por seis homens que teriam se identificado como policiais. A polícia trabalha com diferentes linhas de investigação, o secretário da Polícia Civil do Acre, Emylson Farias, acredita que o caso esteja prestes a ser elucidado.
"Estamos isolando hipóteses, esclarecendo para chegarmos a uma conclusão. Devemos chegar rapidamente a essa conclusão dos fatos para que a sociedade acreana tenha o estabelecimento da verdade no que diz respeito ao desaparecimento dessa pessoa", ressaltou o secretário.
Entenda o caso
Gildemar da Silva Lima, de 24 anos, desapareceu no dia 9 de agosto após ser levado de sua casa no loteamento Praia do Amapá, em Rio Branco, capital do Acre.  A família relatou as autoridades policiais que os homens estavam armados e se identificaram como policiais
A assessoria de imprensa da Polícia Civil negou que seus agentes tenham tido contato com Gildemar, apesar de existir um mandado de prisão expedido pela Justiça em seu nome a partir de inquérito policial da Delegacia Especial de Atendimento à Mulher (Deam) por tentativa de homicídio.
As informações são do G1 AC.

Nenhum comentário:

Postar um comentário