quarta-feira, 4 de setembro de 2013

Sem ajuda do Governo, mãe clama pela solidariedade dos acreanos para cuidar de filho com paralisia cerebral

imageA moradora do município de Senador Guiomard, Regiane Aparecida Barreto Gonçalves, mãe do pequeno João Vitor Barreto Morais, de apenas 5 anos de idade, que nasceu no dia 09 de outubro de 2007, com paralisia cerebral, sem a ajuda dos órgãos públicos decidiu fazer um apelo pela solidariedade da sociedade acreana.
A mãe conta que precisa urgentemente de uma cadeira de rodas especial para esse tipo de paralisia, além de material hospitalar para higiene e sondas “botton”, mas que estes itens são muito caros e a mesma não tem condições financeiras para adquirir.
Segundo Regiane, João Vitor já foi internado diversas vezes com sérios problemas de saúde, devido à falta de recursos e condições básicas para seu cuidado. “Na última vez que foi internado, João passou 67 dias no Hospital da Criança, em Rio Branco, com pneumonia grave e insuficiência respiratória aguda”, comenta.
Ela informa ainda que já procurou os órgãos ligados a saúde e que há vários meses espera a ajuda do Governo do Acre, mas, até agora, não obteve nenhuma resposta.
“Por favor, quem puder ajudar o João Vitor, ajude com qualquer colaboração. Toda ajuda é bem vinda, mesmo que seja somente com materiais para higiene (fraldas descartáveis)”, clama Regiane.
Para ajudar João Vitor, interessados podem entrar em contato diretamente com a mão do garoto através do telefone (68) 9922 1057.

Nenhum comentário:

Postar um comentário