segunda-feira, 30 de setembro de 2013

Vereador Rabelo Góes denuncia abandono da Cidade do Esporte

imageMuita gente nem conhece, outros nunca ouviram falar, mas em Rio Branco existe a Cidade do Esporte, um complexo composto por quadras de vôlei, de futebol, tênis e poliesportivas. A área dispõe ainda de praça de alimentação, quiosques, vestiários e centro administrativo. Para levantar este espaço de lazer foram investidos R$ 20 milhões do dinheiro público.
A área em questão é a do entorno do estádio Arena da Floresta, obra entregue em 2006, junto com toda esta estrutura da Cidade do Esporte.
Sem aproveitamento e cuidados, os espaços estão se deteriorando.
“O que me deixou ainda mais surpreso, foi verificar que as quadras estão sendo utilizadas como depósito de lixo e o governo é um dos principais agentes causadores dessa sujeira”, disse o vereador Rabelo Góes (PSDB) durante fiscalização.
Góes se refere a uma quadra onde está localizado todo material descartado durante uma queima de fogos, possivelmente da virada do ano (2012-2013), portanto, há 09 meses no local, sem uma limpeza.
image
Caminhando pelo restante do complexo esportivo, o parlamentar identificou outras áreas utilizadas para uso de entorpecentes. O espaço onde deveria funcionar uma quiosque para alimentação, muitas fezes e sujeira tomam conta do ambiente.
“É uma situação que me leva a uma série de reflexões, especialmente quando o governo fala tanto de combate à violência e deixa obras como essa, onde milhões de recursos foram investidos, no mais completo abandono. E não denuncio isso por que quero fazer sensacionalismo ou apenas por que faço parte do bloco de oposição, me pronuncio sobre o assunto, por que alem de estar desenvolvendo meu papel como parlamentar”, ressaltou Rabelo.
O vereador postou as fotos da visita à Cidade do Esporte em sua página no Facebook, e no final de semana foi questionado pelo Secretário de Esportes, Pelezinho, durante um evento realizado no bairro Seis de Agosto.
Sentindo-se ameaçado, Rabelo Góes prestou queixa na 2ª Regional. “Ele me chamou de mentiroso, safado e me disse para tomar cuidado, pois eu iria me dar mal”, disse Rabelo Góes.
Assessoria

Nenhum comentário:

Postar um comentário