segunda-feira, 21 de outubro de 2013

Polícia faz apreensão de carteira de habilitação falsa durante blitz

imageUm homem foi autuado e conduzido à Delegacia de flagrantes nesta sexta-feira, 18, por falsificação de Carteira Nacional de Habilitação (CNH), durante a realização de uma blitz realizada pelo Departamento Estadual de Trânsito (Detran), nas proximidades do Café Contri.
É a segunda vez, só este mês, que o órgão de trânsito identifica documentos falsificados em suas fiscalizações, entre os quais foi apresentado um documento que teria sido expedido pelo Detran do Estado de Rondônia.
Para a diretora do Detran, Sawana Carvalho, as apreensões demonstram que o governo está constantemente realizando ações de segurança pública. “Muitas pessoas pensam que as blitze servem apenas para fiscalizar. No entanto, atuamos também para a segurança do cidadão, pois em nossas operações já detectamos drogas, armas, pessoas com mandado de justiça em aberto e veículos furtados, além de tirarmos de circulação pessoas que não estão aptas para estar ao volante e são altamente propensas a causar acidentes”, relata.
Para o secretário de Segurança, Ildo Graebner, essa é mais uma ação do governo no sentido incessante de buscar a redução da criminalidade, bem como de proporcionar a sensação de segurança ao cidadão.
Outros flagrantes
No mês de junho, durante uma operação de blitz da Operação Álcool Zero, no município de Cruzeiro do Sul, um assaltante foi detido e encaminhado à delegacia. A ação da equipe do Detran foi realizada na cabeceira da Ponte da União, no centro da cidade.
Durante a abordagem, foi detectado, por meio do Sistema Integrado de Gestão Operacional (Sigo), que a moto conduzida pelo assaltante estava com a placa adulterada e os documentos da vítima em sua posse. O homem fazia parte de um grupo que, momentos antes, assaltara à mão armada o dono da moto.
Blitzes a serviço da população
Em agosto deste ano, o governo do Estado, por meio dos órgãos de segurança pública, devolveram 27 veículos aos seus proprietários, sendo 26 motos e um carro, todos frutos de roubo que foram interceptados durante fiscalizações de trânsito. Para o secretário de Estado de Polícia Civil, Emylson Farias, isso demonstra a importância do trabalho unificado entre os órgãos da segurança pública.
“O Detran, nessa parceria com a Polícia Civil, está ajudando a segurança pública  a promover a cidadania, proporcionando a restituição do patrimônio para uma vítima que teve o bem subtraído”, afirma Emylson.
O comandante da Companhia Estadual de Trânsito (Ciatran), major Márcio Alves, explica que durante as abordagens é realizada uma consulta junto ao sistema e verificado se há restrição de roubo e furto. “Se for detectado que o veículo é roubado, imediatamente resgatamos, apreendemos e encaminhamos para o parqueamento do Detran. Em seguida, montamos os processos de devolução aos proprietários”, explica Sawana.
Jannice Dantas.

Nenhum comentário:

Postar um comentário